Panasonic SC-HC38

O Panasonic SC-HC38 é um sistema de áudio micro, dirigido aos possuidores de equipamentos Apple, mas com outras agradáveis funcionalidades que conferem uma proposta apetecível para quem procura um equipamento do género.

O elemento chave do HC-38 é um encaixe com ficha Lightning, para o iPod Touch de 5ª geração e iPhone 5. Também inclui uma entrada USB no topo, compatível com diversos membros das famílias iPod e iPad. Para além disto, tem um leitor de CD incorporado, capaz de reproduzir discos em formato áudio e ficheiros MP3, rádio FM com entrada RF (tipo antena de televisão) e Bluetooth.

Quando inseridos no encaixe, o iPhone 5 e o iPod Touch só funcionam se estiverem desbloqueados, ou seja, sem código de segurança. A nosso ver, o encaixe físico não traz grande valor a quem não tem um iDispositivo com ligação Lightning. Mesmo assim, por via do cabo USB, o iPod Classic funciona muito bem e o HC38 revela-se uma excelente companhia em ambiente de trabalho, na azáfama doméstica, em modo relaxado ou para quem procura um momento de descanso.

O HC38 traz um pequeno comando, com uma resposta de pouco alcance, mas que também permite o controlo dos dispositivos ligados via USB. Tem um pequeno ecrã de formato antiquado, que oferece informações mínimas sobre o seu funcionamento, e inclui 5 configurações de equalização (Heavy, Soft, Clear, Vocal e Flat) pouco distintas entre si.

Em reprodução, o HC38 demonstrou ter lacunas funcionais: no caso do CD-MP3, o equipamento não memoriza o ponto onde a leitura foi terminada, o que implica ter de avançar manualmente cem músicas para ouvir a que está lá para o final do disco. Com um iPod Classic, ligado via USB, não há este problema, pois a bateria do dispositivo memoriza o momento da pausa e leitura é continuada.

Durante o teste, sentímos a falta de uma simples entrada auxiliar, do tipo mini-jack, e uma saída para auscultadores, também mini-jack. Com estas duas, o HC38 seria uma solução completa. A tecnologia AirPlay também seria bem-vinda, mas está reservada para o modelo superior, o SC-HC58. No entanto, pelo preço apresentado pela marca, e também pelas opções tão dirigidas aos clientes de dispositivos Apple, o ramalhete é bem composto e justificam-se as faltas.

Quanto ao som, os seus 40 watts chegam perfeitamente para preencher uma sala de 20 m2 e o resultado é bastante bom para o valor do aparelho, o que reflecte uma boa relação qualidade/preço para esta oferta da Panasonic, que ronda os 199 euros. No entanto, e embora o som seja bastante nítido, este não é o equipamento ideal para uma grande festa, pois o som tende a distorcer quando se exige muito das colunas.

Como nota de rodapé, porque achamos que é uma questão de gosto pessoal, deixamos esta referência ao seu design plano, pouco arrojado e de baixo interesse. Na frente, há uma porta deslizante automática, para o leitor de CD e encaixe do iPod, mas que, quando fechada, mal transparece o seu interior e esconde qualquer imagem da música em execução. O já referido ecrã de dígitos azuis, ao género dos velhinhos leitores VHS, é apoiado pelo pano que cobre as colunas e juntos roubam qualquer tom luxuoso à frente do sistema.

Para concluir: se quer melhor som, aposte mais uns euros em sistemas áudio como os da Bose; se quer um design mais irreverente e distinto, há diversas soluções mais apelativas que destacam o vívido ecrã do seu dispositivo móvel; se quer mais funcionalidades Apple e um sistema micro para criar um ambiente confortável, vá pelo HC38.

Sobre Daniel Marinho
Daniel Marinho
Fundador da "Multimédia com Todos"; formado em comunicação social e multimédia; fanático da interactividade digital, dos videojogos e da fotografia.
Artigos de Daniel Marinho
Nenhum comentário

Deixar uma resposta