Samsung Galaxy Camera

A Samsung Galaxy Camera não é nem uma câmara fotográfica nem um Smartphone. É as duas coisas.

Procurando unir o melhor destes dois mundos, a Samsung uniu esforços para criar o gadget fotográfico mais inovador dos últimos tempos que se destaca por vir equipado com o sistema operativo Android 4.1 Jelly Bean.

Equipada com um ecrã de 4.8 polegadas, um potente processador de quatro núcleos a 1.4 GHz, comunicações sem fios Wi-Fi e 3G e um sensor de 16 MP, a Samsung Galaxy Camera assume-se como um dispositivo que pretende redefinir a forma de interagir com a fotografia digital já que permite partilhar imagens com uma qualidade assinalável, instantaneamente e em qualquer lugar.

Quando seguramos na Samsung Galaxy Camera pela primeira vez, é fácil reconhecer a sua qualidade de construcção. Agradável ao toque e com um peso que não chega a ultrapassar os 300 gramas, o dispositivo adapta-se bem às nossas mãos e rapidamente seduz pelo generoso e brilhante ecrã situado na sua parte traseira e através do qual podemos aceder a todas as suas funcionalidades.

Fotografar com a Samsung Galaxy Camera é fácil e divertido, mas não só. Apesar do seu aspecto de câmara compacta, o seu sensor de 16 MP e a sua lente extensa da Samsung, com um zoom de 21x e uma abertura máxima que varia entre 2.8 (W) ~ 5.9 (T), são capazes de produzir fotografias de elevadíssima qualidade, sobretudo quando comparadas com o resultado final oferecido pelas simplificadas lentes dos smartphones.

Contudo, apesar do excelente resultado final, quando analisadas em detalhe, as fotografias produzidas pela Samsung Galaxy Camera não chegam, naturalmente, a ombrear com a qualidade e possibilidades de outras soluções semalheantes, já que apresentam sempre, por mais residual que seja, alguma compressão.

Ainda sem entrar nas especificações do sistema Android, a Galaxy Camera oferece um vasto leque de definições úteis que são capazes de satisfazer as necessidades de todo o tipo de utilizadores desde os mais amadores até aos mais experientes.

Para além do modo automático, o dispositivo apresenta um modo inteligente que inclui 15 modalidades de fotografia pré-definidas dirigidas a situações e momentos específicos (rosto, paisagem, panorâmico…) e ainda o Modo Especialista que apresenta uma lente digital onde várias especificações podem ser definidas pelo utilizador.

O manuseamento da Samsung Galaxy Camera requer uma boa dose de habituação, muito por culpa da ausência de botões físicos na sua parte traseira, sendo que, por vezes, damos por nós a carregar involuntariamente no seu ecrã, activando menus e aplicações indesejadas ou desactivando o modo de fotografia.

Ultrapassados estes ligeiros problemas de interacção, ficamos, tal como num smartphone, perante um sistema operativo que nos oferece um mundo de possibilidades e permite, por exemplo, consultar o nosso e-mail e página do Facebook, navegar na internet e usufruir de milhares de aplicações disponíveis na loja virtual Google Play.

Assim sendo, aplicações sociais e de partilha de ficheiros como o Instagram ou o Dropbox ganham uma particular importância na Galaxy Camera já que permitem, sem acessórios pelo meio, partilhar fotografias com os nossos contactos, transferi-las directamente para a cloud ou publicá-las nas redes sociais com a qualidade de imagem que só uma máquina fotográfica consegue oferecer.

Em suma, a Samsung Galaxy Camera é um gadget completo e interessante que é capaz de aliar uma excelente qualidade fotográfica a um vasto mundo de possibilidades multimédia, até aqui exclusivas dos tablets, smartphones e computadores.

Contudo, apesar de ser o dispositivo ideal para ter por perto para quem precisa de partilhar imagens de qualidade com rapidez, a Samsung Galaxy Camera é uma compra questionável, dado o seu elevado preço e ao facto de não satisfazer totalmente as necessidades dos fotógrafos mais experientes.

Sobre Pedro Arede
Pedro Arede
É um entusiasta das novas tendências da tecnologia multimédia, com destaque para o mundo dos gadgets e videojogos. Licenciado em Jornalismo, partilha esta paixão com a do desporto, como atleta de alta competição na modalidade de esgrima.
Artigos de Pedro Arede
Nenhum comentário

Deixar uma resposta