Sony TV LED 3D KDL-46W905A

Deitámos as mãos à versão de 46 polegadas da gama W9 (modelo KDL-46W905A), uma televisão LED com ecrã Triluminos da Sony que se destaca por possuir um design arrojado, tecnologia X-Reality PRO para ajustar automaticamente a nitidez da sua imagem, NFC e capacidades 3D.

A nível de imagem, este televisor da Sony oferece uma resposta sem mácula com destaque para a sua paleta de cores vividas e intensas, que tira bom proveito da tecnologia Triluminos para produzir sombras e tonalidades naturais, nítidas e profundas. A funcionalidade X-Reality PRO cumpre também o seu propósito, adaptando-se convenientemente às imagens apresentadas, oferecendo, em determinadas situações, mais dramatismo e nitidez àquilo que estamos a ver.

A juntar à sua excelente qualidade de imagem, este televisor LED da Sony possui um design apelativo que, apesar de não ser marcante, se faz notar pelo seu elegante suporte circular e pelas finas arestas azuis que envolvem a sua moldura. A traseira é funcional e serve o seu propósito sem nenhum laivo artístico, possuindo 4 entradas HDMI, 3 portas USB, entrada HDMI para PC e entrada Ethernet, para além das comuns saídas analógicas de som, vídeo e SCART.

Projectar o ecrã do smartphone neste televisor é fácil e útil. Quer seja para visualizar fotografias, ouvir música ou simplesmente jogar e utilizar aplicações do seu dispositivo num ecrã maior, a função NFC dá uma resposta eficaz quando encostamos o nosso smartphone ao comando de um só toque incluído com o televisor. Como podemos comprovar através de um LG Maximo G, é também possível emparelhar o nosso smartphone através da função Miracast, disponível em vários modelos Android.

No entanto, se até aqui a KDL-46W905A cumpre os desígnios de uma televisão premium, tal não acontece quando começamos a explorar mais a fundo os seus menus e interfaces de utilização. Se à primeira vista, a sua aparência é apelativa e até um pouco ao estilo do que podemos encontrar no Windows 8, ela perde rapidamente o encanto quando nos deparamos com carregamentos demorados e alguns conteúdos “fantasma” que não conseguimos aceder. Por outro lado, apesar de não podermos personalizar a ordem em que as aplicações aparecem nem agrupá-las por temas, a oferta disponibilizada inclui conteúdos de qualidade providenciadas por algumas aplicações como a BBC, Netflix ou Euronews.

Apesar de cumprir a sua função, os menus de configuração da Sony KDL-46W905A são também pouco intuitivos e não estão ainda ao nível da concorrência. De facto, quando comparado com os ecossistemas de smart TV’s da Samsung ou da LG, onde é visível o esforço para oferecer uma experiência de utilização cada vez mais apelativa e funcional, o sistema da Sony tem ainda um longo caminho a percorrer.

Outro dos aspectos onde a Sony KDL-46W905A está longe de deslumbrar é na sua capacidade sonora, sobretudo se tivermos em conta que se trata de um dispositivo de uma gama de preço elevada. O som emitido cumpre a sua função e pouco mais do que isso, ficando a faltar uma envolvência maior para acompanhar a excelente resposta que o ecrã deste dispositivo tem para oferecer.

Mas a maior contrariedade de todas é mesmo o seu preço. Apesar de existir a noção clara de que a Sony KDL-46W905A oferece um conjunto alargado de funcionalidades como NFC, 3D, Wi-Fi, um ecrã de altíssima qualidade e um design elegante, os 1799 euros pedidos pela sua aquisição são desajustados, sobretudo se tivermos em conta que por muito menos é possível adquirir uma boa Smart TV equipada com a maioria destas funcionalidades.

Em suma, apesar deste modelo oferecer uma excelente performance em termos de qualidade de imagem e todas as funcionalidades necessárias para ser considerada de topo, a interface pouco intuitiva e o seu preço elevado deixaram-nos de pé atrás relativamente à relação custo-benefício.

Sobre Pedro Arede
Pedro Arede
É um entusiasta das novas tendências da tecnologia multimédia, com destaque para o mundo dos gadgets e videojogos. Licenciado em Jornalismo, partilha esta paixão com a do desporto, como atleta de alta competição na modalidade de esgrima.
Artigos de Pedro Arede
Nenhum comentário

Deixar uma resposta