Sony Vaio Multi-Flip 15

Desde o primeiro dia em que coloquei a vez a vista em cima do Sony Vaio Multi-Flip fiquei convencido de que estava ali um portátil convertível capaz de me encher as medidas e de ultrapassar os problemas apresentados pelo elevado preço e mecanismo por vezes frágil do Sony Vaio Duo 13.

E, tirando alguns detalhes pontuais, o Multi-Flip não desilude de todo. Com um preço bem mais apelativo, um design deslumbrante e um mecanismo que permite alternar facilmente entre o modo tablet e a configuração tradicional, o Sony Vaio Multi-Flip é um portátil extremamente bem apetrechado que é capaz de oferecer uma boa experiência de utilização.

O modelo que tive a oportunidade de testar, vinha equipado com um ecrã táctil Triluminos Full HD de 15.6 polegadas, processador Intel Core i5 a 1,6 GHz, 8 GB de memória RAM, 1 TB de espaço de armazenamento e uma placa gráfica Intel HD Graphics 4400. Mas, se por um lado, este rol de especificações técnicas é o garante de uma performance imaculada deste portátil, passando praticamente despercebido (à excepção do barulho produzido), por outro, é no exterior que o Sony Vaio multi-flip revela o seu lado mais triunfante.

De facto, este portátil é capaz de oferece um dos designs mais inteligentes e apelativos da história da linha Vaio, revelando-se em todo o seu esplendor no revestimento em alumínio que cobre a parte traseira do ecrã e a zona de descanso para as mãos, e no subtil mecanismo que permite transformar o multi-flip num tablet. O teclado retro-iluminado oferece as dimensões perfeitas para uma escrita confortável, pecando somente por “afundar” quando carregamos nas suas teclas.

Juntamente com os acabamentos em alumínio e estrutura extremamente fina, a moldura preta que envolve o ecrã do multi-flip, confere-lhe uma aparência premium extremamente agradável à vista. Mas, o melhor de tudo é que para além de ter bom aspecto, o seu mecanismo é extremamente funcional e sólido, sendo fácil de alternar entre os modos clássico, apresentação e tablet. Embora cumpra na perfeição todos os desígnios de um tablet, a sua utilização neste modo não é a mais confortável devido às dimensões avantajadas do seu ecrã.

Por falar em ecrã, de referir que, se por um lado este oferece uma excelente resposta ao toque e uma resolução assinalável (1920×1080) , por outro o brilho máximo que é capaz de alcançar ficou muitas vezes aquém do desejado. Outra nota ainda para o facto de o Sony Vaio multi-flip não possuir unidade óptica. Talvez para compensar esta ausência menor, este portátil vem equipado com três entradas USB 3.0, slot para cartões de memória, entrada de cabo Ethernet, entrada mini-HDMI, uma pequena webcam e ainda suporte para estabelecer ligações via NFC.

O Sony Vaio Multi-Flip é um computador portátil capaz de garantir uma assinalável performance em todos os campos, com a vantagem de possuir um design de topo e de oferecer uma experiência de utilização distintiva, somente possível através do seu mecanismo simples e funcional, que permite alternar rapidamente a forma como queremos interagir com ele. No entanto, para além de alguns problemas descritos anteriormente, o Sony Vaio Multi-Flip não oferece uma autonomia acima da média e está longe de ser um tablet prático e divertido de usar, sendo sobretudo um excelente computador portátil que permite fazer esse papel. Ainda assim, entra directamente para a tabela dos melhores portáteis convertíveis à venda no mercado.

Sobre Pedro Arede
Pedro Arede
É um entusiasta das novas tendências da tecnologia multimédia, com destaque para o mundo dos gadgets e videojogos. Licenciado em Jornalismo, partilha esta paixão com a do desporto, como atleta de alta competição na modalidade de esgrima.
Artigos de Pedro Arede
Nenhum comentário

Deixar uma resposta